Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário de Campo

Um blog que junta o entusiasmo pela fotografia com o fascínio pela Natureza. O objetivo é continuar a aprender através da observação e partilha.

Diário de Campo

Um blog que junta o entusiasmo pela fotografia com o fascínio pela Natureza. O objetivo é continuar a aprender através da observação e partilha.

A garça-vermelha

garcavermelha.jpg

Avistei-a em julho deste ano, a sobrevoar o Tejo, junto à Póvoa de Santa Iria, e reconheci imediatamente que não se tratava da "habitual" garça-real (muito embora uma garça-real tenha muito pouco de habitual ao nível da sua envergadura e beleza): mesmo a uma grande distância, era possível distinguir algumas manchas ruivas na sua plumagem cinzenta.

Segundo o Aves de Portugal, trata-se de uma ave migradora, que só ocorre em Portugal durante a época estival, rumando a África para passar o inverno. No nosso país, é classificada como uma espécie "em perigo" de extinção a curto prazo.

Para quem, como eu, admira a garça-real, descobrir a existência desta espécie semelhante, a sensação foi a de ganhar duas vezes no Totoloto. Avistar qualquer garça já é motivo para deslumbramento, para mais uma vestida com a beleza destas cores. A fotografia desse dia não é a melhor, mas estimo-a como registo do raro privilégio (para mim) que é ter conseguido avistar uma ave assim.

2 comentários

Comentar post